Reutilização de frascos. 

Mais uma vez o clube de Fotografia em parceria com o ecoHBG irá decorar os frascos para colocar o doce de abóbora.  😉

Anúncios

Morangueiros.

Estivemos a tratar dos nossos morangueiros. A ajuda dos voluntários ecoHBG foi fundamental!


Fonte: http://omeujardim.com/artigos/como-cultivar-morangos

O morango (Fragaria vesca) é uma herbácea perene, rasteira e de pequeno porte, caracterizada por uma folha com três folíolos e pequenas flores brancas. Existem dois tipos de morangueiros: os remontantes (crescem continuamente entre Junho e Outubro) e os não-remontantes (produzem morangos apenas uma vez por ano entre Abril e Junho). Os primeiros devem ser plantados na Primavera e os segundos no final do Verão, preferencialmente em Agosto/Setembro. Apesar de murcharem no Outono, as raízes do morangueiro sobrevivem aos meses mais frios do ano para voltarem a florescer mal chegue a Primavera.
AS CONDIÇÕES IDEAIS

Para colher os melhores e os mais saborosos dos morangos, as suas plantas necessitam de muito sol direto, no mínimo 6 horas diárias, o que torna crucial uma escolha acertada do local para cultivo. Adicionalmente, os morangueiros não toleram nem a terra seca, nem a terra encharcada, ou seja, é necessário um equilíbrio: um solo que absorve bem a humidade, mas que também permite o escoamento da água. Os morangueiros florescem bem num solo que apresente níveis de pH entre os 5.0 e os 7.0, mas os níveis ideais são aqueles situados entre os 5.3 e os 6.5. É igualmente importante que os morangueiros sejam plantados longe das raízes de árvores de grande porte, para que estas não se apoderem da sua água e humidade.

PREPARAR A TERRA
Escolhido o local de cultivo, é necessário preparar a terra, no sentido de verificar que esta não contenha qualquer tipo de ervas daninhas, larvas ou doenças do solo. Se pretende plantar os morangueiros numa área que já foi relvada, esta terra deve ser limpa e cultivada pelo menos um ano antes dessa plantação. Os morangueiros nunca devem ser plantados na mesma terra onde, nos últimos três anos, se cultivaram tomates, pimentos, beringelas ou batatas, porque as doenças nestes vegetais são muito comuns. Os morangueiros podem ser plantados em cultura extensiva ou em canteiros delimitados, mas também florescem tanto em vasos (incluindo os suspensos) como em potes ou barris de madeira abertos.

CULTIVO & MANUTENÇÃO
Recomenda-se a plantação dos morangueiros num dia fresco e nublado, condições atmosféricas que colocam menos stress sobre as plantas que serão transplantadas – se tiver de guardar as plantas algum tempo antes de as colocar no solo, escolha um local fresco, que não receba luz solar direta e mantenha as raízes húmidas, mas não encharcadas.
No dia da plantação, retire qualquer raiz danificada e apare as maiores para que não ultrapassem os 10-12cm em comprimento; remova todas as flores, estolhos e folhas velhas, colocando os morangueiros num recipiente com um pouco de água no fundo enquanto aguardam a sua vez de serem plantadas na terra.
Os morangueiros devem ser colocados na terra com as raízes voltadas para baixa, formando um espécie de leque e com o meio da coroa da planta ao nível da superfície da terra. Se o morangueiro for plantado a pouca profundidade, a coroa pode secar; se for plantado com demasiada profundidade, a coroa pode apodrecer. Uma vez posicionado, distribua a terra de forma compacta em torno da planta e regue bem.

Os morangueiros devem ser plantados com uma distância de cerca de 50 a 60cm entre eles.
Os morangos precisam de ser bem regados pelo menos uma vez por semana ou então sempre que a precipitação seja menos do que 2,5cm num período de sete dias. Aconselha-se a rega de manhã cedo para que as folhas possam secar antes de o cair da noite, evitando assim eventuais doenças. 

TRUQUES PARA MORANGOS MAGNÍFICOS
A produção ideal dos morangueiros e consequente cultivo de morangos excecionais acontece quando a temperatura do solo se mantém mais fresca. Para conseguir isto, utiliza-se o sistema do “mulch” que não é mais do que implementar uma camada protetora do solo para preservar a humidade da terra, controlar ervas daninhas e manter a fruta limpa. No caso dos morangos, recomenda-se a colocação de palha entre os morangueiros – este é um excelente truque que os jardineiros utilizam para manter os frutos limpos e secos e que talvez retiraram do seu próprio nome em inglês uma vez que “strawberry” significa precisamente “baga de palha”.
Existe ainda quem assegure uma proteção extra ao colocar redes anti-pássaros sobre os morangueiros.

Cartaz Eco-Código 2016/2017

Grupo de trabalho: Turma 6.º7

Professora – Catarina Eufêmia
No âmbito das disciplinas de Ed. Visual e de Ed. Tecnológica, a turma 6.º 7,
em parceria com o Projeto ecoHBG, aceitou o desafio de participar na realização
de um poster Eco-Código.

Durante as aulas de Ed. Visual, foram abordados conteúdos essenciais da comunicação visual e dos elementos do discurso gráfico a fim de facilitar a  transmissão da mensagem através da linguagem gráfica. A disciplina de Ed.  Tecnológica contribuiu no conjunto variado de técnicas elementares dos diversos  materiais e no uso do processo tecnológico para construção de um produto.

Assim, depois de todos os alunos da escola terem elaborado frases, (foram selecionadas 10 pelo Conselho ecoHBG) acerca dos temas propostos para este ano letivo, os alunos realizaram vários estudos gráficos e cromáticos de forma a encontrar a melhor composição global da imagem e do texto para o poster. Deste modo, articularam e aplicaram os elementos da Teoria da Gestalt e do discurso gráfico na execução de mensagens gráficas. Surgiram várias propostas e, com o contributo de todos, finalmente foi  selecionada a melhor proposta.

Definida a conceção gráfica, foram formados os grupos de trabalho e definidas as tarefas a realizar. Para tal, um grupo teve de ilustrar graficamente as frases impressas a partir do computador, outro grupo realizou o estudo da letra mais apropriado para o poster, sem comprometer a legibilidade do texto, e outro  grupo ficou encarregado da organização, composição e montagem gráfica de forma a garantir a eficácia na apreensão da mensagem.

Os recursos materiais e as técnicas de expressão usadas nesta criação foram selecionadas de forma a respeitar os requisitos do concurso e a conceção gráfica do nosso projeto.

No final, apresentamos uma proposta com uma forte componente educativa, orientada para uma cidadania ativa que promove valores e atitudes  ambientais responsáveis com a divulgação do código de conduta da nossa escola.


Site do concurso:

https://ecoescolas.abae.pt/projetos-2016-2017/poster-eco-codigo/