Sobre Eco-HBG

Projeto Eco-Escolas da Escola do 2º e 3º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia

Concurso -Hortas Bio nas Eco Escolas

A nossa Escola está a participar neste concurso, promovido pelo projeto Eco-Escolas nacional.

Para terem acesso às hortas a concurso podem aceder ao link seguinte:

https://hortasbio.abae.pt/index.php?p=hortas

Para aceder à bio-horta da HBG:

https://hortasbio.abae.pt/index.php?p=horta&id=54

Anúncios

Concurso “Uma gota de água, uma gota de óleo”

“Este desafio resultante de uma parceria entre ABAE | Eco-Escolas e a PRIO, pretende com o projeto PRIO Top Level motivar as crianças, jovens, professores e família para um maior conhecimento acerca das questões que se relacionam com a importância da correto encaminhamento dos  óleos alimentares usados no local adequado e particularmente para os impactos negativos na qualidade da água, para que estes estejam recetivos à introdução de mudanças de hábitos no dia-a-dia.”

(Em https://oleosalimentaresusados.abae.pt/projeto/)

Os alunos de 8′ ano da nossa escola foram desafiados pelos professores de FQ e CN a criarem uma banda desenhada ou cartaz sobre esta problemática. Algumas turmas aceitaram o desafio.

Após cada turma ter selecionado o trabalho que queriam submeter a concurso, o conselho Eco-Escolas selecionou a banda desenhada do 8’3 das alunas Maria Eduarda, Maria Leonor e Vera. O cartaz escolhido foi o do Afonso do 8’2.

Site dos trabalhos submetidos a concurso:

https://oleosalimentaresusados.abae.pt/trabalhos-2019/banda-desenhada/

O ecoHBG agradece aos Professores e aos alunos que aderiram a este desafio.

Roupas Usadas não estão acabadas – O Mar em Tecido

Concurso – criar com estilo

“O tema deste ano é “O Mar em Tecido” e prevê a personalização de um pedaço de tecido inspirado no Ecossistema marinho ou fluvial existentes em Portugal. A ideia é ver representado um ou mais elementos do ecossistema onde a escola está situada, nomeadamente algumas espécies marinhas ou fluviais (peixes, aves, algas, etc..).”

(Em: https://roupasusadas.abae.pt/)

Mais uma vez lançamos o desafio às professoras Ermelinda Timóteo e Maria João Fabrício. Estas com o entusiasmo do costume aceitaram criar, com os seus alunos, o ecossistema marinho da nossa ilha, em tecido.

Memória descritiva do processo de trabalho:

“No âmbito do PROJETO – ROUPAS USADAS NÃO ESTÃO ACABADAS, na disciplina Ed. Tecnológica, após a sensibilização para o tema “O Mar em Tecido”, os alunos recolheram roupas em fim de vida e fios têxteis que possuíam em excesso nas suas casas. Prepararam materiais e transformaram t-shirts, calças e camisolas em trapilhos para a criação de um tear manual.

Na disciplina de Ed. Visual, realizou-se o registo gráfico de uma espécie da fauna e flora marinha representativa do património natural do Arquipélago da Madeira e procedeu-se à simplificação formal dos elementos desenhados. Individualmente foram transferidas as imagens para cartão. Recortaram-se as formas selecionadas e aplicaram-se técnicas de recorte e de colagem com tecidos e fios têxteis.

Por fim reuniu-se um conjunto de trabalhos que resultaram na personalização de um pedaço de tecido inspirado no Ecossistema Marinho da Madeira. Nesta montagem os discentes exploraram os conceitos figura/fundo na composição e criaram contrastes através da utilização de cores quentes e frias. Um dos animais selecionados para representar este ambiente marinho foi a foca-monge do Mediterrâneo, a mais rara do mundo.”

O ecoHBG agradece a disponibilidade, a prontidão e o entusiasmo que sempre manifestam nestes desafios.

Upcycling: construir um brinquedo, utilizando REEE

A professora Margarida Barros aceitou o desafio do concurso Geração Depositrão/Eco-Escolas e juntamente com os seus alunos de 5′ ano criaram brinquedos reutilizando materiais electrónicos.

Os trabalhos elaborados são de uma imaginação e execução incríveis, mas só podíamos submeter um ao concurso.
O trabalho selecionado foi o da Beatriz Vieira e da Mara Beatriz do 5º2.

O ecoHBG agradece aos alunos e à professora Margarida Barros o entusiasmo e o empenho que dedicaram a este projeto.

Para terem acesso aos trabalhos que estão a concurso podem carregar no link:

Placas de sensibilização

PROJETO: CRIAÇÃO DE PLACAS DE SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL PARA A BIO-HORTA DA ESCOLA DR. HORÁCIO BENTO DE GOUVEIA 

Em colaboração com o projeto da Bio Horta HBG, no âmbito das disciplinas de Ed. Visual e Educação Tecnológica, sob a orientação das professoras Judite Silva, Maria João Silva e Ermelinda Timóteo, as turmas 5.º 6, 5.º8 e 5.º9 criaram um conjunto de placas de sensibilização ambiental a fim de serem utilizadas como meio de alerta, para as problemáticas ambientais causadas pela atividade humana. As frases aplicadas nestas placas são da autoria dos alunos que participaram no Eco -Código. 
Outro dos objetivos deste trabalho foi a reutilização de madeiras e de materiais plásticos em fim de vida. Nestes suportes foram aplicadas ventoinhas criadas a partir da reutilização de garrafas PET. 

O ecoHBg agradece aos alunos das turmas 5.º 6, 5.º8 e 5.º9 e às

professoras Judite Silva, Maria João Silva e Ermelinda Timóteo a disponibilidade para cooperar com o Projeto Eco-Escolas.

Bio-Vasos – Projeto do 6’12

PROJETO “BIO-VASOS”

Este projeto apresenta-se como uma solução prática para uma necessidade existente na Bio-horta da nossa escola. A ideia de poder contribuir para desenvolver e promover uma alimentação mais saudável e sustentável na nossa comunidade escolar, tornou o desafio lançado pela disciplina de Educação Tecnológica, em articulação com a disciplina de Educação Visual, numa missão a cumprir.

Assim, com base no conceito de sustentabilidade ambiental, o nosso objetivo foi criar vasos que permitissem o cultivo de plantas e legumes comestíveis, mas também ornamentar este espaço com a reutilização criativa de garrafões de plástico.

Desenvolvemos este projeto aplicando o método de resolução de problemas. Em primeiro lugar, começámos por realizar uma visita de estudo à Bio-horta da nossa escola para poder conhecer melhor este projeto e o espaço a intervir.

Após uma fase de investigação e pesquisa sobre as propriedades do plástico, das operações técnicas e tipos de acabamentos adequados para este material, procedemos à planificação do projeto e das várias etapas de desenvolvimento, com o registo gráfico e cromático das nossas ideias explorando a temática do multiculturalismo.

Para a concretização dos projetos foi necessário selecionar os garrafões, retirar rótulos e preparar a superfície, usando uma lixa para permitir a aderência e durabilidade da pintura com tintas acrílicas. Em seguida, através do desenho representámos o projeto de cada um na superfície do seu garrafão e explorando a técnica de pintura com tintas acrílicas revestimos de forma criativa e colorida toda a sua superfície. Por último, foi necessário aplicar um verniz para permitir a proteção do trabalho realizado. Nunca esquecendo de cumprir com todas as regras de higiene e segurança inerentes a execução do projeto.

Concluindo, o desenvolvimento deste projeto permitiu aprender e mobilizar muitos conhecimentos teóricos e práticos das disciplinas de Educação Tecnológica e Educação Visual, contribuir para a consciencialização da importância do desenvolvimento de atitudes sustentáveis e promover uma efetiva participação dos alunos na resolução de problemas práticos da nossa comunidade educativa.

Trabalho realizado pela turma 6.º 12

Professoras Catarina Melo e Elda Garcês

O ecoHBG agradece aos alunos que participaram neste projeto e às professora Catarina Melo e Elda Garcês pela disponibilidade em colaborar sempre com o Eco-Escolas.

“A Loja vai à Horta”

A nossa escola foi selecionada para integrar o projeto”A Loja vai à Horta” !
Este projeto decorre de uma parceria entre a ABAE | Programa Eco-Escolas e o AKI, e pressupõe a geminação entre uma Eco-Escolaparticipante nas “Hortas Bio nas Eco-Escolas” e uma Loja AKI.
 O critério de seleção para integrar esta iniciativa, que abrangeu este ano cerca de 40 escolas, foi o de participação e empenho no projeto das Hortas Bio, em conjunto com a proximidade às lojas AKI. 
O objetivo principal foi o de contribuir para o trabalho que já desenvolvemos, através de apoio (a acordar com a Loja mediante as necessidades da escola) relativo a:
– formação e apoio no desenvolvimento de algumas tarefas;
– materiais para auxiliar no trabalho da Horta Bio, tais como sementes, luvas, botas e ferramentas em valor e quantidade a definir por cada loja do AKI, juntamente com a escola parceira e em função das disponibilidades da loja.

Este ano o ecoHBG propôs que fosse criado dois canteiros e que houvesse uma ampliação da coelheira. Pedido feito, pedido aceite e pedido executado!

O ecoHBG agradece ao Projeto Eco-Escolas Nacional este reconhecimento, agradece à Empresa AKI e ao Sr. Fábio que executou e concretizou os canteiros e a coelheira.

.