Percurso Sensorial Renovado.

Anúncios

Workshop na bio-horta – 6º1

No dia 10 de Novembro os alunos do 6º1 dirigiram-se à bio-horta.

Como este é o ano internacional das leguminosas, o ecoHBG em parceria com o projeto Rede de Bufetes Escolares Saudáveis – RBES, convidou os alunos para realizarem uma atividade diferente na aula de Educação Visual.

Reutilizando latas de alumínio para servir de vasos, plantaram feijão, ervilhas, tremoços e milho.  Os alunos levaram a sua leguminosa para casa e, daqui a alguns dias, trazem novamente para a escola onde irão desenhá-la na aula de EV.

Os alunos, no final, visitaram os espaços da bio-horta.

Esta atividade também serviu para comemorar o Global Action Days

Este slideshow necessita de JavaScript.

Içar da Bandeira Verde

Hoje o ecoHBG, projeto eco-escolas da Escola Dr. Horácio Bento de Gouveia, içou a sua Bandeira Verde. A escolha desta data – 22 de Abril, prende-se com o fato de que para além de ser o Dia da Terra também é o dia do WDA (World Days of Action).

Foram várias as atividades desenvolvidas:

– Tivemos 3 sessões de formação para os alunos de 5º ano sobre “O Cidadão e os Resíduos Sólidos Urbanos”, proferida por um técnico da Câmara Municipal do Funchal (CMF) – Bruno Alves.

– Em parceria com o Clube Viver a Vida (CVV) e com a CMF participamos no evento – Limpar o Funchal do mar à serra. Os voluntários do ecoHBG, do CVV e os alunos da Unidade especializada colaboraram e deslocaram-se ao Bairro do Hospital para executar esta atividade.

– Hasteamos a nossa Bandeira Verde e contamos com a presença de, todos os voluntários do ecoHBG, do Diretor Regional de Florestas e Conservação da Natureza – Miguel Sequeira, com a Presidente do Conselho Executivo – Fátima Teles e com os professores que fazem parte do Projeto.

– Posteriormente, todos os convidados deslocaram-se à nossa Bio-Horta para usufruir de um lanche na zona do denominado “Parque de Merendas ecoHBG”.

 

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Sopa de chícharo.


“A origem do chícharo perde-se na voragem do tempo; certo é que os romanos já a cultivavam, e poderá ter sido trazida por estes do Norte de África. Os chicharos (Lathyrus sativus) são cultivados também para forragem animal. Têm ainda a capacidade de captar o azoto atmosférico para o solo no final do ciclo vegetativo, assim fertilizam o terreno onde são cultivadas, sendo bastante interessantes nas rotações praticadas na Agricultura Biológica.
É uma leguminosa muito versátil na cozinha; de gosto macio, desenfastiante, refinado – uma verdadeira surpresa para quem nunca o experimentou. Pode ser comido substituindo as outras leguminosas (também é preciso demolhar de um dia para o outro).

Este pitéu pode ser apreciado através de uma grande variedade de receitas: migas de chícharo, a chicharada- uma espécie de feijoada, mas sem feijão, a sopa de chícharo, cozida com abóbora, com couves miudinhas e broa ou ainda em doçaria, pudim, tartes e compotas.
Actualmente é muito procurada por vegetarianos, vegans e macrobióticos, sendo rica em flavonóides, enzimas e prótidos. O chícharo foi e poderá ser no futuro um dos pratos mais importantes da cozinha mediterrânea, tendo a ele associadas várias propriedades terapêuticas. É recomendado para pessoas que sofrem de problemas digestivos, dores nos joelhos, músculos, anemia e diabetes. É considerado um excelente diurético, são-lhe ainda popularmente atribuídas características afrodisíacas.”

Quentalbiologico.com

A bio-horta da nossa escola já produz esta leguminosa há três anos. Com esta produção fazemos uma deliciosa sopa de chícharo. Agradecemos à professora Maria Cruz a colaboração na execução desta sopa.

Workshop na bio-horta

Hoje foi dia de aprender a semear.

Alguns alunos da turma 3 do 5º ano dirigiram-se à bio-horta e com a ajuda do ecoHBG aprenderam a utilizar a terra e as sementes para fazer a sua primeira plantação.

O entusiasmo foi enorme! Estão ansiosos por ver o crescimento…

Esta atividade, no âmbito do Projeto Rede de Bufetes Escolares Saudáveis (RBES), vem na sequência de 4 destes alunos estarem a participar no concurso do Eco-Escolas – “Alimentação saudável e sustentável”.

Estes tiveram, também, a oportunidade de visitar as várias zonas da bio-horta e ter um contato mais próximo com este espaço.

Este slideshow necessita de JavaScript.