Hastear da Bandeira Verde

Hastear da Bandeira Verde
Hoje, dia 21 de março, foi um dia importante para o projeto Eco-Escolas, Hasteamos a nossa Bandeira Verde. Este galardão reconhece o trabalho desenvolvido durante o ano letivo 2017/2018.
Foram várias as atividades realizadas durante esta semana relacionadas com o ambiente:
– Na aula de FQ/CN os alunos do 8º4 jogaram a “Espiral das alterações Climáticas;
– Os alunos do 8º9 e do 8º10 fizeram uma visita ao Parque Ecológico, onde colaboraram na reflorestação daquela zona;
– Estiveram patentes, numa exposição alusiva à Floresta da Madeira, algumas plantas indígenas;
– Para alertar os alunos, tivemos também uma exposiçao cujo tema era – O Cidadão e os Resíduos Sólidos Urbanos.
Iniciamos este dia com uma palestra sobre a História da Floresta da Madeira e do Porto Santo, proferida pelo Dr. Miguel Sequeira. Em seguida tivemos a cerimônia do Hastear da Bandeira Verde onde contamos com a presença do Diretor Regional da Educação, Marco Gomes, a Diretora Regional do Ordenamento do Território e Ambiente, Paula Menezes, a representante do Eco-Escolas Regional, Sofia Silva, a Presidente do Conselho da Comunidade, Arlinda Marques e a Presidente do Conselho Executivo, Fátima Teles.
O Hastear da Bandeira foi acompanhado pelo Hino ecoHBG que foi criado pela turma do 6º6 sob a orientação da Professora Dorinda Ferreira.
Depois, todos os convidados, os voluntários e a equipa do ecoHBG dirigiram-se à bio-horta onde puderam disfrutar deste espaço.
Durante a tarde decorreu no auditório um pequeno filme sobre o ambiente organizado pelo Projeto CurtasHBG.

Agradecemos a colaboração do Projeto Rede de Bufetes Escolares Saudáveis do Clube de Fotografia, do Projeto CurtasHBG e da equipa das Atividades Culturais.

Agradecimento especial aos nossos Colaboradores: Sr. Mendonça, Sr. Aires e Sr. Telésfero.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=798092090548981&id=100010445919895

Aquaponia

A aquaponia é uma forma de agricultura que combina a criação de peixes em tanques (recirculação de aquacultura) com cultura de plantas sem solo (hidroponia). Na aquaponia, a água rica em nutrientes da criação de peixes fornece um fertilizante natural para as plantas e as plantas ajudam a purificar a água para os peixes. A aquaponia pode ser usada para sustentar de forma sustentável peixes e vegetais frescos para uma família, alimentar uma aldeia ou gerar lucro num empreendimento agrícola comercial, ano a ano, em qualquer clima.

https://www.groho.pt/post/o-que-e-a-aquaponia

As turma 1 e 3 do 5′ ano da nossa escola visitaram uma empresa que pratica esta técnica – Aquaponia Madeira.

Fomos recebidos pelo Sr. Orlando e o Sr. Rui que explicaram e mostraram como funciona este tipo de cultura.

Os alunos e as professoras puderam deliciar-se com o tomate e a papaia que se produz neste espaço.

As turmas estão a desenvolver um estudo sobre aquaponia e pretende verificar qual a viabilidade de implementação desta técnica na nossa escola. 😁

A organização desta visita esteve a cargo da professora de Ciências, Sofia Figueira, que teve a amabilidade de convidar o ecoHBG para, também, marcar a sua presença.